Rafael Silva morreu no início da noite desta terça (24) no Huerb. Polícia diz que jovem ‘brincava’ com amigos do jogo da sorte.

O jovem Rafael Pereira Silva, de 21 anos, morreu no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco horas após ser baleado na cabeça, no bairro Triângulo. Segundo a polícia, Silva ‘brincava’ com amigos de roleta-russa.

O jogo de sorte consiste em deixar apenas uma bala no tambor do revólver, fazê-lo girar e apontar o cano da arma para si ou para outra pessoa. Sem saber a posição da bala, a arma é disparada.

O rapaz morreu no início da noite desta terça-feira (24). A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) informou que já ouviu duas testemunhas que confirmaram a participação do rapaz na brincadeira.

“Estamos com as investigações bem avançadas, ouvimos várias testemunhas e agora de manhã estamos fazendo outras oitivas. A DHPP teve duas situações de homicídios ontem [terça,24] e permaneceu durante toda tarde e noite em busca de provas e testemunhas para esses dois fatos”, explicou o coordenador da DHPP, delegado Rêmulo Diniz.

A outra morte mencionada pelo delegado foi do preso do semiaberto José da Costa Veras Júnior, de 34 anos. Diniz afirmou que os dois casos têm motivações distintas.

“Uma bem ligada a guerra de facções e a outra tem uma questão mais privada, que muito provavelmente foi uma brincadeira de mau gosto”, garantiu.