Homem encontrado morto em reservatório do Conjunto Universitário, em Rio Branco, foi enterrado como indigente ainda na quarta-feira (28). A informação foi repassada pelo Instituto Médico Legal (IML) nesta segunda-feira (2).

O cadáver, que estava em estado de decomposição, foi encontrado no último dia 25 por um adolescente de 15 anos. O Corpo de Bombeiros chegou a informar que o homem estava só de cueca e a suspeita era que ele tivesse morrido afogado. Porém, o o laudo cadavérico apontou morte indeterminada.

O IML falou ainda nesta segunda que espera o resultado do exame de DNA para identificar a pessoa. Foi retirado um dente e as digitais do cadáver para facilitar na identificação.

A direção do órgão contou ainda que recebeu a ligação de uma família de Vilhena, em Rondônia, para saber se essa pessoa morta é parente deles.

Foi solicitado documentos de identificação para confirmação. De acordo do o órgão, está prevista a chegada de algumas pessoas dessa família no Acre no final desta segunda.

Repórter Marcelo Gomes