pós a segunda fuga em quatro dias, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) decidiu suspender as visitas por uma semana no pavilhão A. A informação foi confirmada pelo diretor do órgão nesta sexta-feira (30), Aberson Carvalho.

A fuga ocorreu na noite de quarta-feira (28) e nove detentos conseguiram deixar o Presídio Francisco d’ Oliveira Conde, em Rio Branco. Com a nova fuga, sobe para 14 o número de foragidos da penitenciária. Segundo o Iapen, nenhum dos cinco presos que fugiram no último dia 25 deste mês foram recapturados.

Conforme o diretor, estão sendo feitas revistas nos pavilhões do presídio e equipes do Batalhão de Operações Especiais do Acre (Bope) e da Companhia Raio fazem buscas nas redondezas da unidade.

O Iapen informou ainda que foi apurado que a fuga ocorreu entre às 23h de quarta (28) e 1h de quinta-feira (29). Segundo Carvalho, os nove detentos que fugiram estavam no pavilhão A da unidade e usaram “teresas”, cordas feitas com lençóis, para passar pela guarita.

“Há um procedimento aberto tanto no Iapen como na PM, para verificar quais procedimentos não foram adotados. Hoje [sexta-feira, 30] estamos em procedimentos de revista em toda a unidade. Vamos ouvir as pessoas que estavam de plantão, além da perícia que está sendo feita. O pavilhão ficará sem visitas durante a semana”, disse Carvalho.